Eliana: “Voltei para o SBT há 4 anos e quero passar a minha vida no SBT”


Agosto é um mês e tanto para a apresentadora Eliana. A loira, que acaba de brindar os dois anos de seu filho, Arthur, também vai festejar na tela do SBT  dia 25, data em que comemora quatro anos do Programa Eliana. Além disso, a apresentadora está fazendo 25 anos de carreira.

Em meio a tanta badalação, ela resolveu lançar uma parceria inédita com um canal de vídeos da internet. Eliana adianta os destaques do programa especial, relembra os momentos difíceis de sua trajetória e, de quebra, conta como usa a internet em seu dia a dia. Ela também conta o que mudou  após a maternidade.

Como vai ser o programa especial do dia 25?
Estamos comemorando os quatro anos do programa. Pegamos dois quadros que sempre fazem muito sucesso, o Famosos da Internet e o Rola ou Enrola?, para dar mais humor à atração. Sempre tem pautas femininas e de informação, mas esse vai ser um programa de diversão e de entretenimento.

O Danilo Gentili é seu convidado especial e participa da Rede da Fama. Ele te deu uma ovada em sua ida à atração dele. Vai ter revanche?
Sim. Eu não sabia que ia levar ovo de verdade na minha cabeça. A produção dele fez um teatro comigo. Isso não se faz. Isso é brincadeira de moleque. Aí, eu combinei com a minha produção de fazer horrores com ele. Com certeza, ele aprendeu que não se deve mexer com uma mulher. Ele teve de fazer striptease e eucortei o cabelo dele. Preciso confessar que fiquei com uma dor de cortar o cabelo dele, mas a revanche tinha de ser à altura. No final de tudo, fiz ele saltar de uma altura de 45 metros em queda livre ou ele sairiado programa com o troféu Arregão. Foi um deleite para mim.

Vai ter alguma comemoração dos seus 25 anos de carreira?
No dia 25, comemoro os quatro anos dessa minha volta ao SBT com o Programa Eliana. Em paralelo, ando fazendo ações e gravando entrevistas para relembrar a minha trajetória.

Quando você voltou para o SBT, imaginava que se consolidaria na vice-liderança da TV aberta nas tardes de domingo?
A gente não está em busca de uma guerra pela audiência. Eu e minha equipe queremos construir uma audiência. Isso faz uma total diferença. Claro, que eu tive altos e baixos nesses quatro anos, como acontece com todo projeto de vida pessoal ou profissional. O bacana é passar por isso de uma maneira tranquila. Manter a tranquilidade em um momento de dificuldade é essencial para você não perder tudo que construiu.

Qual foi o momento mais difícil?
Teve momentos de baixa audiência. Nem por isso a gente se desesperou e colocou quadros no ar que sabemos que atraem mais público, mas são apelativos. Ao longo desses 25 anos, muita coisa aconteceu. Mudança de emissora sempre é difícil, pois você nunca sabe o que está por vir. Ter feito a transição de público, de programa infantil para adulto, sem dúvida, foi o mais difícil.

E como você enfrentou essa fase de sua carreira?
Eu tinha um público consolidado, mas pensava no futuro e sabia que precisava fazer essa transição. Eu me preparei muito. Fiquei oito meses fora do ar, fiz terapia e fonoaudiologia para falar com o público familiar. O domingo é um dia nobre da televisão e eu tinha de estar preparada. Trabalhei com o terapeuta a minha cabeça para mudar de verdade e a fono porque a minha voz era doce. Foram 16 anos falando com as crianças, então, quando ligavam as câmeras, a minha voz ficava mais doce e eu não poderia usar essa entonação como público adulto.

É verdade que a Record te chamou para voltar recentemente?
Não é verdade. Na minha licença-maternidade, publicaram que eu estava negociando com a Globo e isso nunca aconteceu. Sou muito fiel ao lugar onde trabalho. Fiquei sete anos no SBT, fui para Record e fiquei 11 anos lá. Voltei para o SBT e estou quatro anos e quero passar a minha vida no SBT. Estou feliz porque fui muito bem-recebida pelo Silvio Santos e por todos os funcionários da casa.

O que pesou na sua ida para a Record e depois na sua volta para o SBT?
Quando fui para Record, eles me deram mais espaço artístico. Não vou dizer que o financeiro não pesou, foi importante, sim, mas eu ia ter um programa diário ao vivo e outro aos finais de semana. Já a volta ao SBT foi uma realização. Quando você recebe uma ligação do Silvio Santos dizendo “quero você de volta para dividir os domingos comigo”, não existe nada mais especial. Concretizou que eu havia mesmo crescido profissionalmente.

Seu novo quadro une o público da internet ao da TV. Você é ligada em internet?
Tenho um portal, o DaquiDali, e para mim é importante saber o que acontece no Brasil e no mundo pela internet. Aquela brincadeira dá um Google aí, eu faço diariamente. Acho incrível essa união de um conteúdo da web ir parar na TV e vice-versa.

Como é seu filho?
Ele me surpreende. No primeiro dia de escola, achei que ele iria chorar, mas não. Deu “tchau mãe” e foi.

O que a maternidade te trouxe?
Acho que mudou a minha essência. Hoje, estou mais segura porque faltava esse lado. Eu era bem-sucedida profissionalmente e amada, mas, faltava isso para me preencher como mulher.

Está pronta para o segundo filho?
Ainda não.

Fonte: Agência Estado

Deixe um comentário | Siga o @tvibopenoticias

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s