“Amor à Vida”: Antes de morrer, Alejandra inocentará Paloma, mais poupará Félix


maria_maya_1

Alejandra (Maria Maya) vai se redimir nos próximos capítulos de “Amor à Vida”. Antes de morrer, ela gravará um vídeo confessando que armou para Paloma (Paolla Oliveira) ao colocar drogas em sua bagagem no aeroporto do Peru. Porém, a traficante vai guardar segredo em relação a Félix (Mateus Solano) e não revelará que ele está por trás de todo o plano do sequestro de Paulinha (Klara Castanho).

Alejandra passará mal no Aeroporto de Guarulhos, em São Paulo, quando estiver voltando do Peru com Ninho (Juliano Cazarré). Ela vai colocar a mão sobre a barriga e pedir ajuda ao amigo:

– Me leva para um hospital. Eu acho que vou morrer.

O pintor levará a traficante para o San Magno e lá ela terá uma convulsão. Depois, ela explicará a Lutero (Ary Fontoura) o que aconteceu:

– A mercadoria, a droga, eu trouxe em saquinhos. Engoli tudo. Um dos saquinhos deve ter arrebentado.

O médico ordenará uma lavagem gástrica imediata. Neste momento, Alejandra dirá que precisa gravar um depoimento diante de um advogado. Lutero rapidamente mandará que chamem Rafael (Rainer Cadete).

O advogado aparecerá e orientará a criminosa a dizer seu nome completo e deixar claro que aceitou dar o depoimento na frente das testemunhas: Ninho, Lutero, Eron (Marcello Antony) e César (Antonio Fagundes).

– Eu, Alejandra Reys Moreno, aceito gravar este depoimento diante de todos aqui. Eu era muito amiga da Paloma Khoury. Mas a gente teve uma briga feia, numa viagem recente para o Peru. Para me vingar, eu botei um pacote com drogas na bolsa dela. Eu fiz isso porque tinha muita raiva da Paloma. Eu tinha raiva dela porque o Ninho, o homem que eu amo, sempre amou a Paloma.

Rafael perguntará quando as drogas foram plantadas e Alejandra prosseguirá dando as explicações:

– No aeroporto, em Cuzco, quando ela estava embarcando para o Brasil. Eu apareci lá com o Ninho. Não foi uma despedida muito amigável, eu aproveitei a oportunidade pra pôr a droga na bolsa dela, sem ninguém ver. Logo em seguida eu fiz um telefonema internacional e denunciei a Paloma, para ela ser presa quando chegasse ao Brasil. Mas ela é inocente.

O advogado questionará como a moça conseguiu as drogas e ela dirá que é traficante. Depois, ele perguntará se alguém a forçou a fazer isso, mas Alejandra poupará Félix.

– No tráfico, a gente aprende a ficar de boca fechada. Eu dei a minha palavra, não vou contar.

Eron encerrará o depoimento, pois irá considerar que as provas são suficientes para encerrar o processo contra Paloma. Mais tarde, Alejandra não resistirá e acabará morrendo.

Deixe um comentário | Siga o @tvibopenoticias

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s